segunda-feira, 31 de maio de 2010

Chamada de artigos para 25ª ed. dos Cadernos Metrópoles

Até o dia 10 de agosto os pesquisadores das diversas áreas de conhecimento que abordam a questão urbana e regional podem enviar textos para a 25° edição dos Cadernos Metrópole que tem como tema o Impacto dos Grandes Projetos nas Metrópoles. O objetivo deste número dos Cadernos Metrópole é reunir artigos que reflitam sobre os impactos dos grandes projetos na dinâmica urbana das metrópoles, o papel do Estado neste processo, sua capacidade de gerar efeitos de integração social e de contribuir na universalização do direito à cidade. 
As metrópoles no Brasil e no mundo têm sido palco de grandes projetos urbanos, envolvendo a reestruturação das áreas portuárias, a revitalização das áreas centrais, a promoção de eventos esportivos, entre outros. Em geral, tais intervenções são legitimadas com um discurso fundado nos benefícios gerados para a cidade e seus cidadãos. Não obstante eventuais positividades, estamos diante de investimentos de grande escala com grande impactos sobre a dinâmica das cidades. Além disso, os grandes agentes econômicos aparecem como os principais atores nos processos decisórios em torno desses investimentos e também como seus principais beneficiários.
A Revista Cadernos Metrópole, de periodicidade semestral, tem como enfoque o debate de questões ligadas aos processos de urbanização e à questão urbana, nas diferentes formas que assume na realidade contemporânea. Trata-se de periódico dirigido à comunidade acadêmica em geral, especialmente, às áreas de Arquitetura e Urbanismo, Planejamento Urbano e Regional, Demografia e Ciências Sociais. A revista publica textos de pesquisadores e estudiosos da temática urbana, que dialogam com o debate sobre os efeitos das transformações socioespaciais no condicionamento do sistema político-institucional das cidades e os desafios colocados à adoção de modelos de gestão baseados na governança urbana.

NORMAS
Os artigos recebidos para publicação devem ser inéditos e serão submetidos à apreciação dos membros do Conselho Editorial ou de consultores ad hoc para emissão de parecer. Será respeitado o anonimato tanto do autor quanto do parecerista. 
Caberá aos Editores Científicos a seleção final dos textos aprovados para publicação pelos pareceristas, levando-se em conta a quantidade  de artigos a ser publicada em cada  número e a oportunidade do tema. 
Os autores serão comunicados da decisão final, sendo que a revista não se compromete a devolver os originais não publicados.
Os artigos podem ser redigidos em língua portuguesa ou espanhola. Os artigos apresentados em outros idiomas serão traduzidos para o português.
A revista não tem condições de pagar direitos autorais nem de distribuir separatas. Cada autor receberá três exemplares do número em que for publicado seu trabalho.
Os trabalhos devem ser encaminhados em CD (artigo sem identificação do autor e folha de rosto) e em 2 (duas) vias impressas, digitadas em espaço 1,5, fonte arial tamanho 11, margem 2,5, tendo no máximo 25 (vinte e cinco) páginas, incluindo tabelas, gráficos, figuras, referências bibliográficas. Devem ter um resumo de, no máximo, 120 (cento e vinte) palavras em português ou na língua em que o artigo foi escrito e outro em inglês, com indicação de 5 (cinco) palavras-chave em português e em inglês.
Os textos devem ser em Word; tabelas e gráficos em Excel; imagens em formato TIF, com resolução mínima de 300 dpi e largura máxima de 13 cm , sendo que os gráficos e imagens devem ser em tons de cinza.
Os créditos do(s) autor(es) serão colocados na Folha de Rosto com as seguintes informações, por extenso: nome do autor, formação básica, instituição de formação, titulação acadêmica, atividade que exerce, instituição em que trabalha, unidade e departamento, cidade, estado, país, e-mail, telefone e endereço para correspondência.
É imprescindível o envio do Instrumento Particular de Autorização e Cessão de Direitos Autorais (clique aqui), datado e assinado pelo(s) autor(es)
Os trabalhos devem ser enviados para: 
Caixa Postal 60022 – 
CEP 05033-970 – São Paulo – SP – Brasil.
As referências bibliográficas deverão ser colocadas no final do artigo, seguindo rigorosamente as seguintes instruções: 
Livros 
AUTOR ou ORGANIZADOR (org.) (ano de publicação). Título do livro. Cidade de edição, Editora.
Exemplo:
CASTELLS, M. (1983). A questão urbana. Rio de Janeiro, Paz e Terra.
Capítulos de livros
AUTOR DO CAPÍTULO (ano de publicação). “Título do capítulo”. In: AUTOR DO LIVRO ou ORGANIZADOR (org.). Título do livro. Cidade de edição, Editora.
Exemplo:
BRANDÃO, M. D. de A. (1981). “O último dia da criação: mercado, propriedade e uso do solo em Salvador”. In: VALLADARES, L. do P. (org.). Habitação em questão. Rio de Janeiro, Zahar.

Artigos de periódicos
AUTOR DO ARTIGO (ano de publicação). Título do artigo. Título do periódico. Cidade, volume do periódico, número do periódico, páginas inicial e final do artigo.
Exemplo:
TOURAINE, A. (2006). Na fronteira dos movimentos sociais. Sociedade e Estado. Dossiê Movimentos sociais. Brasília, v. 21, n.1, pp. 17-28.
Trabalhos apresentados em eventos científicos
AUTOR DO TRABALHO (ano de publicação). Título do trabalho. In: NOME DO CONGRESSO, número, ano, local de realização. Título da publicação. Cidade, Editora, páginas inicial e final.
Exemplo:
SALGADO, M. A. (1996). Políticas sociais na perspectiva da sociedade civil: mecanismos de controle social, monitoramento e execução, parceiras e financiamento. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL ENVELHECIMENTO POPULACIONAL: UMA AGENDA PARA O FINAL DO SÉCULO. Anais. Brasília, MPAS/SAS, pp. 193-207.
Teses, dissertações e monografias
AUTOR (ano de publicação). Título. Tese de doutorado ou Dissertação de mestrado. Cidade, Instituição.
Exemplo:
FUJIMOTO, N. (1994). A produção monopolista do espaço urbano e a desconcentração do terciário de gestão na cidade de São Paulo. O caso da avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini. Dissertação de mestrado. São Paulo, FFLCH.
Textos retirados de Internet 
AUTOR (ano de publicação). Título do texto. Disponível em. Data de acesso.
Exemplo:
FERREIRA, J. S. W. (2005). A cidade para poucos: breve história da propriedade urbana no Brasil. Disponível em: http://www.usp.br/fau/depprojeto/labhab/index.html. Acesso em 8 set. 2005.

Nenhum comentário:

Postar um comentário