domingo, 15 de agosto de 2010

Pendura leva 12 estudantes para delegacia e professor paga a conta

Doze alunos do curso de Direito da USP de Ribeirão Preto foram parar na delegacia depois de se recusarem a pagar uma conta de R$ 749,21 de um restaurante localizado no Boulevard, na noite de anteontem, sob a alegação do Dia da Pindura (sic), em comemoração ao Dia do Advogado. Anteontem, o mesmo havia ocorrido com outros nove alunos do mesmo curso.

No boletim de ocorrência, a delegada de plantão, Lúcia Bocardo Batista Pinto, informou que os estudantes demonstraram "postura arrogante e debochada", dizendo que não pagariam a conta mesmo se fossem presos.
O caso só foi resolvido depois de um professor do curso de Filosofia e Direito Constitucional, além de outros alunos do 3º ano, comparecerem na delegacia e os convencerem a adotar uma postura mais humilde. 
Segundo a delegada, os estudantes afirmaram que não assinariam qualquer ocorrência para comparecimento em juízo. O professor, em nome dos alunos, pagou a conta antes que todos fossem presos.
Em depoimento, a proprietária do restaurante afirmou que os estudantes agiram de má-fé porque eles não avisaram sobre o Dia do Pindura (sic). Além disso, segundo ela, eles disseram que estavam comemorando o aniversário de um dos alunos e o suposto aniversariante chegou a ser brindado com uma sobremesa especial, como é de costume do restaurante. Antes de chamar a polícia, a empresária tentou entrar em acordo e reduziu o valor da conta para R$ 500, o que não foi aceito pelos estudantes.
Cada aluno consumiu um prato de R$ 50, em média, além de camarões, garrafa de uísque e diversas bebidas alcoólicas.

Um comentário:

  1. isso tem outro nome na minha terra: falta de vergonha!

    sem falar do decoro e respeito para com a carreira que, aparentemente, pretendem seguir... escândalo e barraco desnecessários.

    deixaria tds na cadeia por uma noite, depois metia um trabalho comunitário pra abaixar a crista deles.

    #meumomentodemaldade

    ResponderExcluir