quarta-feira, 17 de novembro de 2010

CAPES promulga portaria para concessão de licença-maternidade

De acordo com a portaria n° 220, de 12 de novembro, publicada no Diário Oficial desta terça-feira (16/11) pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), a vigência da bolsa poderá ser prorrogada por até quatro meses, com extensão da bolsa garantida às parturientes, conforme pauta apresentada pela ANPG ao órgão. A medida vale para todas as modalidades de bolsa. Para a ANPG, próximo passo é a valorização das bolsas, com aumento do número e reajuste do valor.

Para a diretora de mulheres da ANPG, Anne Benevides, “esta é uma grande conquista de todos os pós-graduandos e todas as pós-graduandas brasileiras. Afinal, trata-se de um direito básico que até então era negado pelo Estado”.
A concessão da licença maternidade às bolsistas da Capes, nos moldes do que já ocorria com bolsistas do CNPq, atende a uma reivindicação antiga da Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) e foi pauta de recorrentes campanhas realizadas pela entidade.

A presidente da entidade, Elisangela Lizardo, também comemorou a conquista: “é estimulante ver o resultado concreto de uma luta tão cotidiana em termos de direitos para os pós-graduandos. Este é um passo importantíssimo que a Capes dá no sentido da humanização das bolsas, atendendo a demanda apresentada pela ANPG”.
Fonte: Site da ANPG

4 comentários:

  1. A parturiente receberá a bolsa durante o período que estiver ausente para cuidar do filho e também ganha 4 meses a mais para concluir a Pós graduação?

    ResponderExcluir
  2. Não! a bolsista parturiente não receberá bolsa durante o período de licença maternidade, ela apenas ganhará nos 4 meses adicionais.

    ResponderExcluir
  3. Claro que tem que receber! Senão não há a menor lógica! A mãe vai para casa com um bebê recém-nascido e se sustenta como? Comida e aluguel são pagos como nesses 4 meses??

    http://www.capes.gov.br/duvidas-frequentes/63-bolsas-de-estudo/4222-as-bolsas-da-capes-preveem-auxilio-maternidade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bolsista se ausenta por até 4 meses e neste período ela receberá a bolsa, quando retornar ao projeto ela ganhará mais 4 meses para entregar o trabalho, porém se for mestrado ela tem direito ao total de até 24 meses. No caso do doutorado 36 meses totais. Bolsista não recebe mais 4 meses, estes quatro meses são da licença.

      Excluir