quarta-feira, 4 de abril de 2012

Governo vai reajustar valores de bolsas de pós-graduação

Fonte: Capes
O ministro da educação, Aloizio Mercadante, afirmou nesta terça-feira, 3, que vai reajustar os valores das bolsas oferecidas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). "Temos que construir um reajuste das bolsas da Capes o mais rápido possível, para corrigir a defasagem", enfatizou, durante entrevista dada a correspondentes estrangeiros em Brasília.
Na visão do ministro, o programa Ciência sem Fronteiras – de intercâmbio e mobilidade internacional – não faz sentido sem a devida recomposição dos valores das bolsas no país e no exterior. Hoje, no Brasil, as de mestrado estão em R$ 1,2 mil; de doutorado, em R$ 1,8 mil; pós-doutorado, R$ 3,3 mil, e professor visitante nacional sênior, R$ 8,9 mil. No exterior, o valor varia conforme o país, a modalidade e a condição familiar.
O último reajuste de bolsas de pós-graduação no país ocorreu em junho de 2008, quando as de mestrado passaram de R$ 940 para os atuais R$ 1,2 mil e as de doutorado de R$ 1,3 mil para R$ 1,8 mil. Entre 2004 e 2008, houve três aumentos, em que as bolsas obtiveram reajuste de 67% sobre os valores de 2002.
Nos últimos quatro anos, a Capes expandiu o Sistema Nacional de Pós-Graduação e aumentou a oferta de bolsas. Em 2008, havia cerca de 40 mil bolsistas no país; em 2011, esse número saltou para 71 mil, o que representa um crescimento de 75%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário