terça-feira, 22 de maio de 2012

Chamada de artigos da Revista Anistia Política e Justiça de Transição

A Revista Anistia Política e Justiça de Transição, publicação semestral da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça, está recebendo até o próximo dia 04 de julho artigos para sua edição número 06.




NORMAS EDITORIAIS
 
Art. 1o A Comissão de Anistia do Ministério da Justiça receberá textos de todas as áreas das Ciências Humanas e Sociais, em formato de artigo acadêmico, para publicação na Revista Anistia Política e Justiça de Transição.
 
Art. 2o Os trabalhos serão recebidos no correio eletrônico revistaanistia@mj.gov.br.
 
Art. 3o Os artigos a serem publicados na Revista da Anistia Política no Brasil,
independente da área, deverão versar sobre a Anistia Política e/ou a Justiça de Transição, no Brasil e no exterior.
 
Parágrafo Único: Serão aceito até dois trabalhos de Iniciação Científica por edição, devendo tal condição ser expressamente informada na folha de rosto.
 
Art. 4o Os textos recebidos em conformidade com estas normas serão encaminhados ao Conselho Editorial da Revista, de forma não identificada, para avaliação e aprovação para publicação.
 
Art. 5o Os textos aprovados pelo Conselho Editorial serão publicados na Revista da
Anistia Política no Brasil, em ordem a ser definida pela Coordenação-Executiva, em um dos três números subseqüentes à aprovação.
 
Parágrafo Único: Havendo número de textos aprovados para além da capacidade de publicação da Revista, os mesmos serão devolvidos aos autores, acompanhados de carta de aprovação.
 
Art. 6o Serão aceitos para publicação textos em português, espanhol e inglês.
Parágrafo Único: Textos em outras línguas poderão ser aceitos, após solicitação ao Conselho Editorial, restando ao Presidente do Conselho a opção de publicá-los na língua original ou em versão traduzida.
 
Art. 7o Para que sejam considerados aptos para o envio ao Conselho Editorial os textos deverão ser inéditos e remetidos em documento aberto de Word 97 ou inferior, com as seguintes formatações:
 
a) Papel A4;
b) Fontes Times New Roman, tamanho 12;
c) Espaçamento entre parágrafos 1,5;
d) Total de laudas não inferior a 10 e nem superior a 25, excluída a folha de rosto;
e) Referências e notas de rodapé em formato ABNT Vancouver (SOBRENOME, nome. Título. Cidade: Editora, data, páginas);
f) Folha de rosto contendo: título e subtítulos, dados pessoais dos autores, contato e endereço, formação e atuação profissional, titulação, indicação sobre tratar-se de artigo de iniciação científi ca ou não, órgãos de fomento, outras informações relevantes.
 
Parágrafo único: A folha de rosto deverá vir no corpo do próprio texto e ser o único local onde resta identificada a autoria, sob pena de desclassificação.
 
Art. 8o Todos os trabalhos deverão conter, no corpo do texto, resumo em português e em língua estrangeira (inglês, francês ou espanhol), bem como três palavras-chave nas duas línguas do resumo.
 
Art. 9o Deve acompanhar o envio do texto e-mail de cessão de direitos autorais para a edição impressa e on-line da Revista da Anistia Política no Brasil, restando liberada a republicação dos textos após a publicação na revista, desde que referida a publicação original.
 
§ 1o. Caso o enviante não possua e-mail em nome próprio, para que registre-se a cessão de direitos, deverá enviar termo de cessão assinado e escaneado, como anexo.
 
§ 2o. Os textos publicados dão direito aos autores a receber cinco exemplares da Revista, independente de quantos forem.
 
Art. 10o É de responsabilidade dos autores o conteúdo dos textos, bem como a veracidade das informações prestadas, inclusive quanto ao ineditismo dos textos.
 
Parágrafo único: É de responsabilidade dos autores informar à Comissão de Anistia caso o texto previamente aprovado seja publicado em outro veículo, incluindo a internet, antes da publicação oficial da Revista.
 
Brasília, 13 de fevereiro de 2009.
 
Paulo Abrão Pires Junior
Presidente do Conselho Editorial
 
Marcelo D. Torelly
Coordenador-Geral do Conselho Editorial

Nenhum comentário:

Postar um comentário